PARÓQUIA S. MIGUEL DE QUEIJAS

igreja1 vitral1 igreja2 igreja3 Auditorio vitral3 vitral4

Solenidade do Coração de Jesus: Missa 19h00

Cor2011A Solenidade do Coração de Jesus, que vamos celebrar na próxima sexta-feira, representa um convite a toda a Igreja para nos abrirmos ao amor de Deus revelado no seu Filho.

Ele veio partilhar a nossa humanidade e trazer-nos o dom do Espírito que nos transforma à sua imagem, tornando-nos participantes da sua própria vida e promotores de uma humanidade nova, conforme o projeto do Pai.

Que o Senhor Jesus escute a nossa prece, acompanhe a nossas actividades e abra o nosso coração às dimensões do seu amor, para sermos testemunhas do seu Reino.



Padre Dehon e o Coração de Jesus

«O coração de carne é o símbolo do amor e está tão estreitamente unido à faculdade de amar, que nos dá a ilusão de o tomar pelo órgão mesmo do amor. – O coração de carne é o símbolo do amor. É um facto, é o uso geral de o tomar como símbolo do afecto, da ternura, do amor. Não se diz: «Dou-vos o meu coração», para dizer que vos prometo o meu afecto?

Mas porque foi que a linguagem humana adoptou esta expressão simbólica? É porque o coração está intimamente ligado aos movimentos dos nossos afectos. Quando amamos verdadeiramente, o nosso coração bate mais forte, sob a pressão de um sangue mais quente e mais vivo. O coração comporta-se como se fosse o órgão dos afectos. Mas não é o órgão principal, diz-nos a ciência. Seja! Mas está bastante ligado a todos os seus movimentos para que a linguagem humana tenha podido instintivamente tomar o seu nome para designar o órgão do amor.

Honrando o Sagrado Coração de Jesus, honramos, portanto, principalmente o amor do Filho de Deus e secundariamente o coração de carne que está tão intimamente unido a este amor para ser chamado familiarmente o seu órgão e o seu símbolo.

Quando S. João quer unir-se ao amor de Jesus, que gesto faz? Apoia a sua cabeça sobre este coração que bate por ele com um amor tão terno e tão forte.

Qual não é a nobreza deste coração de carne, que esteve unido com todos os seus batimentos aos afectos, às alegrias, aos sofrimentos do Homem-Deus!» (Padre Leão DEHON)

«A Eucaristia dá a força, a santidade, a caridade. Um povo sem Eucaristia sofre na sua civilização» (Padre Leão DEHON).

-------------------------------------

«A Caridade do Coração de Jesus tornou-se piedade profunda face às grandes misérias da humanidade. Ele manifesta a Sua piedade em cada página do Evangelho. Ele age, consola, assiste, cura. Ele quer que vós façais o mesmo». Pe. Dehon

«É do Coração de Cristo aberto na Cruz que nasce o homem de Coração novo... O Coração de Jesus no tabernáculo é o coração da Sua humanidade ressustiada e glorificada. E a Sua vida transborda na Sua Igreja, nos Seus apóstolos, nos fiéis, suscitando em toda a parte o zelo e a virtude.» Pe. Dehon

 

CristoRei

Jubileu

horariomissas



Patriarcado