PARÓQUIA S. MIGUEL DE QUEIJAS

igreja1 vitral1 igreja2 igreja3 Auditorio vitral3 vitral4

Oração MÃOS UNIDAS

A adoração eucarística constitui um dos momentos mais fortes da nossa intimidade com Cristo. É um tempo de paragem e de  contemplação,  de diálogo e de comunhão com o Verbo incarnado. 

Maos_unidas

Maos_unidas
«A devoção de adorar Jesus sacramentado é, depois dos sacramentos, a primeira de todas as   devoções, a mais agrad  á  vel  a   D  eus e a mais útil para nós. A Eucaristia é um tesouro inestimável: não só a sua celebra ção, mas também a    permanência diante  d ela f o r a d a Missa permite beber na pr ópria fonte da graça.»  (Pe. Dehon)     

A adoração eucarística é o mais forte convívio com a divindade: sentimos que Deus é Deus pa ra nós e nós somos d’Ele, som os su as cri aturas e seus Filhos. Adorar é reconhecer Deus no que Ele é,  na transcendência do Seu mistério, e ac eitarmo-nos na noss  a peq uenez e fragilidade, sentindo que a nossa grandeza nos  d’Ele vem.  

As expressões tradicionais da adoração exprimem essa mesma verdade de Deus perante nós e de nós perante Deus: a pr os traç ã o, o dobrar os joelhos, o abandono de todo o nosso ser à majestade de Deus. Nesse abandono confiante, reconhece mos a exclusividade do nosso Deus, como único Deus verdadeiro. 

A presença real de Cristo na Eucaristia é custodia20

custodia20
a expressão mais completa daquilo que Cristo é na totalidade do Seu mistério: D eus connosco, Deus ao nosso alcance a propor intimidade na proximidade dessa presença. Nessa proximidade, Ele é Deus, exprime-Se na Palavra que nos toca o coração, no amor que nos atrai e nos transforma, na força que nos permite vencer dificuldades e ousar viver de modo a sermos semelhantes a Jesus.

Na adoração a Eucaristia continua a ser o nosso alimento e prolonga aquela união misteriosa com Cristo ao comungarm os o Seu corpo e sangue. Adorar Cristo na Eucaristia é, realmente, continuar a recebê-l’O como alimento e como experiência de  eternidade.

 (Cf. D. José Policarpo, Missa Corpus Christi, 25-05-2008) 


O Grupo de Oração Mãos Unidas aceita este desafio porque nela encontra
o tesouro desta comunhão com Cristo.

Adoramos e louvamos Jesus Eucaristia como centro da nossa vida cristã.
Sentimos o desejo de responder a este convite, a este chamamento.
Desejamos consolar Jesus, sermos d’Ele seus amigos.
 

Queres juntar-te a nós?
Às quintas-feiras, temos este precioso momento de Adoração: 19h00 e 21h00.

horariomissas