PARÓQUIA S. MIGUEL DE QUEIJAS

igreja1 vitral1 igreja2 Auditorio vitral2 vitral4 igreja3 vitral3 Slide Cspq1 Slide cspq7 Slide igreja4 Slide cspq3 Slide cspq5 Slide pinturas Slide cspq8 Slide vitral5 Slide cspq6 Slide cspq2 Slide cspq4

Carta do Papa para o Encontro Mundial das Famílias

Dublin2018aNo final do VIII Encontro Mundial das Famílias, realizado na Filadélfia em setembro de 2015, eu anunciei que o encontro seguinte com as famílias católicas do mundo aconteceria em Dublin.

Desejo agora iniciar os preparativos e congratulo-me por confirmar que se realizará de 21 a 26 de Agosto de 2018, sobre o tema "O Evangelho da Família, alegria para o mundo". Na verdade, desejo que as famílias tenham um modo de aprofundar a sua reflexão e a partilha do conteúdo da Exortação apostólica pós-sinodal Amoris Laetitia.

Podemos perguntar: o Evangelho continua a ser uma alegria para o mundo? E também: a família continua a ser uma boa notícia para o mundo de hoje?

Estou certo de que a resposta é sim! E este "sim" está firmemente baseado no plano de Deus. O amor de Deus é o Seu "sim" a toda a criação e no coração deste último está o homem. É o "sim" de Deus à união entre homem e mulher, em abertura e serviço à vida em todas as suas fases; É o "sim" de Deus e o Seu compromisso com uma humanidade que muitas vezes é ferida, maltratada e dominada pela falta de amor. A família, portanto, é o "sim" do Deus Amor. Só a partir do amor pode a família manifestar, espalhar e regenerar o amor de Deus no mundo. Sem amor, não podemos viver como filhos de Deus, como casais, pais e irmãos.

Quero sublinhar o quão importante é para as famílias perguntarem-se muitas vezes se vivem baseadas no amor, para o amor e em amor. Na prática, isso significa dar-se, perdoar, não perder a paciência, antecipar o outro, respeitando. Quanto melhor seria a vida familiar se todos os dias vivêssemos de acordo com as palavras "por favor", "obrigado" e "desculpa". Todos os dias experimentamos a fragilidade e a fraqueza e, portanto, todos nós, famílias e pastores, precisamos de renovada humildade que cria o desejo de nos formarmos, educarmos e sermos educados, ajudarmos e sermos ajudados, acompanharmos, discernirmos e integrarmos todos os homens de boa vontade. Sonho com uma Igreja em saída, não uma Igreja auto-referencial, uma Igreja que não passe longe das feridas do homem, uma Igreja misericordiosa que proclama o coração da revelação de Deus como Amor, que é a Misericórdia. É esta misericórdia que nos torna novos no amor; E sabemos que muitas famílias cristãs são um lugar de misericórdia e testemunhas de misericórdia, e mais ainda depois do Jubileu extraordinário. A reunião em Dublin poderá oferecer sinais concretos disso.

Convido, pois, toda a Igreja a ter em conta estas indicações na preparação pastoral do próximo Encontro Mundial.

Vós, queridos Irmãos, e os vossos colaboradores, tendes a tarefa de traduzir de uma forma especial o ensinamento da Amoris Laetitia, com o qual a Igreja deseja que as famílias se encontrem sempre de pé, na peregrinação interior que é a manifestação da vida autêntica.

Os meus pensamentos vão de uma maneira especial para a arquidiocese de Dublin e para toda a querida nação irlandesa, para o generoso acolhimento e compromisso envolvidos na realização de um evento tão importante. Que o Senhor vos recompense desde agora, concedendo-vos abundantes favores celestiais.

Que a Sagrada Família de Nazaré guie, acompanhe e abençoe o vosso serviço, e todas as famílias envolvidas na preparação do grande Encontro Mundial em Dublin.

Vaticano, 25 de março de 2017
Papa Francisco


ORAÇÃO PARA O IX ENCONTRO MUNDIAL DAS FAMÍLIAS - DUBLIN 2018

Oração

Deus, nosso Pai,
Somos irmãos e irmãs em Jesus, teu Filho,
Uma família, no Espírito do teu amor.
Abençoa-nos com a alegria do amor.
Faz-nos pacientes e compassivos
Amáveis e generosos,
Acolhendo os que mais precisam.
Ajuda-nos a viver o teu perdão e a tua paz.
Protege todas as famílias com o cuidado do teu amor
Especialmente aqueles por quem rezamos agora:

[Fazemos uma pausa para lembrar, pelo nome, membros da família e outras pessoas]

Aumenta a nossa fé,
Fortalece a nossa esperança,
Protege-nos com o teu amor,
Faz-nos sempre agradecidos pelo dom da vida que partilhamos.
Isto te pedimos, por Cristo nosso Senhor
Amén

Maria, mãe e guia, rogai por nós.
São José, pai e protetor, rogai por nós.
Santos Joaquim e Ana, rogai por nós.
Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós.


 

 

Cateq 2018

Calendario Cateq

horariomissas



Patriarcado