PARÓQUIA S. MIGUEL DE QUEIJAS

igreja1 vitral1 igreja2 Auditorio vitral2 vitral4 igreja3 vitral3 Slide Cspq1 Slide cspq7 Slide igreja4 Slide cspq3 Slide cspq5 Slide pinturas Slide cspq8 Slide vitral5 Slide cspq6 Slide cspq2 Slide cspq4
DOMINGO da ASCENSÃOAscensao7

Celebramos hoje a festa da Ascensão do Senhor. A Ascensão faz parte do Mistério pascal do Senhor Jesus. Cristo terminou sua missão terrena elevando-se ao céu e é o ponto de partida para sermos testemunhas e anunciadores de Cristo exaltado, que voltou ao Pai para sentar-se à sua direita.

Na primeira leitura, repete-se a mensagem essencial desta festa: Jesus, depois de ter apresentado ao mundo o projecto do Pai, entrou na vida definitiva da comunhão com Deus – a mesma vida que espera todos os que percorrem o mesmo "caminho" que Jesus percorreu. Quanto aos discípulos: eles não podem ficar a olhar para o céu, numa passividade alienante; mas têm de ir para o meio dos homens, continuar o projecto de Jesus.

A segunda leitura convida os discípulos a terem consciência da esperança a que foram chamados (a vida plena de comunhão com Deus). Devem caminhar ao encontro dessa "esperança" de mãos dadas com os irmãos – membros do mesmo "corpo" – e em comunhão com Cristo, a "cabeça" desse "corpo". Cristo reside no seu "corpo" que é a Igreja; e é nela que se torna, hoje, presente no meio dos homens.

No Evangelho, Jesus ressuscitado aparece aos discípulos, ajuda-os a vencer a desilusão e o comodismo e envia-os em missão, como testemunhas do projecto de salvação de Deus. De junto do Pai, Jesus continuará a acompanhar os discípulos e, através deles, a oferecer aos homens a vida nova e definitiva.


LEITURA 1- Act 1,1-11
Leitura do Livro dos Actos dos Apóstolos

No meu primeiro livro, ó Teófilo,
narrei todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar,
desde o princípio até ao dia em que foi elevado ao Céu,
depois de ter dado, pelo Espírito Santo,
as suas instruções aos Apóstolos que escolhera.
Foi também a eles que, depois da sua paixão,
aparecendo-lhes durante quarenta dias
e falando-lhes do reino de Deus.
Um dia em que estava com eles à mesa,
mandou-lhes que não se afastassem de Jerusalém,
«da Qual - disse Ele - Me ouvistes falar.
Na verdade, João baptizou com água;
vós, porém, sereis baptizados no Espírito Santo, dentro de poucos dias».
Aqueles que se tinham reunido começaram a perguntar:
«Senhor, é agora que vais restaurar o reino de Israel?»
Ele respondeu-lhes:
«Não vos compete saber os tempos ou os momentos
que o Pai determinou com a sua autoridade;
mas recebereis a força do Espírito Santo,
que descerá sobre vós,
e sereis minhas testemunhas
em Jerusalém e em toda a Judeia e na Samaria
e até aos confins da terra».
Dito isto, elevou-Se à vista deles
e uma nuvem escondeu-O a seus olhos.
E estando de olhar fito no Céu, enquanto Jesus se afastava,
apresentaram-se-lhes dois homens vestidos de branco,
que disseram:
«Homens da Galileia, porque estais a olhar para o Céu?
Esse Jesus, que do meio de vós foi elevado para o Céu,
virá do mesmo modo que O vistes ir para o Céu».


SALMO RESPONSORIAL - Salmo 46 (47)
Refrão: Por entre aclamações e ao som da trombeta, ergue-Se Deus, o Senhor.

Povos todos, batei palmas,
aclamai a Deus com brados de alegria,
porque o Senhor, o Altíssimo, é terrível,
o Rei soberano de toda a terra.

Deus subiu entre aclamações,
o Senhor subiu ao som da trombeta.
Cantai hinos a Deus, cantai,
cantai hinos ao nosso Rei, cantai.

Deus é Rei do universo:
cantai os hinos mais belos.
Deus reina sobre os povos,
Deus está sentado no seu trono sagrado.


LEITURA II - Ef 1,17-23
Leitura da Epístola de S. Paulo aos Efésios

Irmãos:
O Deus de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória,
vos conceda um espírito de sabedoria e de luz
para O conhecerdes plenamente
e ilumine os olhos do vosso coração,
para compreenderdes a esperança a que fostes chamados,
os tesouros de glória da sua herança entre os santos
e a incomensurável grandeza do seu poder
para nós os crentes.
Assim o mostra a eficácia da poderosa força que exerceu em Cristo,
que Ele ressuscitou dos mortos
e colocou à sua direita nos Céus,
acima de todo o Principado, Poder, Virtude e Soberania,
acima de todo o nome que é pronunciado,
não só neste mundo, mas também no mundo que há-de vir.
Tudo submeteu aos seus pés e pô-l'O acima de todas as coisas
como Cabeça de toda a Igreja, que é o seu Corpo,
a plenitude d'Aquele que preenche tudo em todos.


EVANGELHO - Mc 16,15-20
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Marcos

Naquele tempo,
Jesus apareceu aos Doze e disse-lhes:
«Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura.
Quem acreditar e for baptizado será salvo;
mas quem não acreditar será condenado.
Eis os milagres que acompanharão os que acreditarem:
expulsarão os demónios em meu nome;
falarão novas línguas;
se pegarem em serpentes ou beberem veneno, não sofrerão nenhum mal;
e quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados».
E assim o Senhor Jesus, depois de ter falado com eles,
foi elevado ao Céu e sentou-Se à direita de Deus.
Eles partiram a pregar por toda a parte
e o Senhor cooperava com eles,
confirmando a sua palavra
com os milagres que a acompanhavam.


Ressonâncias

O Evangelho de hoje apresenta-nos o papel dos discípulos no mundo, após a partida de Jesus ao encontro do Pai. É um resumo das aparições de Jesus e da Missão da Comunidade cristã. Narra-nos três cenas:

1. Jesus ressuscitado define a missão universal dos Discípulos: "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura". A Palavra Evangelho na boca de Jesus, designa o anúncio do Reino que suscita a fé e o acolhimento da salvação. Para as comunidades cristãs, é o anúncio de um acontecimento: em Jesus Cristo, Deus veio ao encontro dos homens, manifestou-lhes o seu amor, inseriu-os na sua família, convidou-os a integrar a comunidade do Reino e ofereceu-lhes a vida definitiva. O anúncio do "Evangelho" obriga os homens a uma opção. Quem aderir à proposta de Jesus chegará à vida plena e definitiva. A obra missionária será acompanhada de Sinais, que atestarão autenticidade e continuidade da acção libertadora do Mestre. E enumera sinais da presença do Mestre: Expulsarão demónios, falarão línguas novas, resistirão ao veneno das serpentes, curarão doentes impondo as mãos.

2. Jesus parte ao encontro do Pai. Jesus sobe ao céu e senta-se à direita de Deus: Mostra a soberania de Jesus, como Senhor da História e do Universo. Não é o afastamento de Cristo, mas uma nova presença no mundo.

3. Os discípulos partem ao encontro do mundo a fim de concretizar a missão que Jesus lhes confiou. "Os discípulos então partiram e pregaram por toda a parte..." Na acção missionária, os discípulos não estão sozinhos. O Senhor ajudava-os e confirmava sua palavra pelos sinais". A Igreja é essencialmente uma comunidade missionária, cuja missão é testemunhar no mundo a proposta de Salvação e Libertação, que Jesus veio trazer.

A Ascensão de Jesus faz-nos lembrar a nossa ascensão: "Ele subiu não para se afastar da nossa humanidade, mas para nos dar a esperança de que um dia iremos ao seu encontro, onde ele nos precedeu..." (Prefácio)
A nossa vocação é missionária. A Igreja é uma "Comunidade Missionária", cuja missão é testemunhar no mundo a proposta de salvação e de libertação, que Jesus veio trazer aos homens. E Nós, vivemos o ideal missionário, conscientes de que na Igreja de Cristo, todo baptizado é missionário. Cristo pode contar, hoje, com todos nós?


Corações ao alto

Há alguns anos atrás, ao participar em Roma, na instalação do Secretariado Mundial da Evangelização 2000, a Madre Teresa de Calcutá foi entrevistada.
– Madre Teresa, o que é para si evangelizar?

Com uma simplicidade e profundidade impressionantes, ela respondeu:
– Evangelizar é ter Jesus no Coração e levar Jesus ao coração dos irmãos.

Só moram no nosso coração os que são amados. Para Jesus morar no coração é preciso que se tenham criado laços de amor entre a pessoa e Jesus vivo. Que Jesus nos ama, é verdade! Que Ele nos amou primeiro, está comprovado! Que Ele ama a todos porque os quer salvar, é certo! Mas é preciso que nos sintamos amados por Ele, nos deixemos amar e sintamos que O estamos amando. Não basta ter Jesus na cabeça... É preciso tê-lo no coração. Só depois podemos levá-lo ao coração do irmão porque ninguém dá o que não tem. É preciso estar evangelizado para evangelizar e fazer Jesus acontecer no coração das pessoas.

Na Ascensão, Jesus eleva-se ao Céu. Deixou de estar connosco para estar em nós. Ele continua a evangelizar através de nós. Sursum corda, isto é, Corações ao alto! Que saibamos responder efectivamente que o nosso coração está em Deus porque Ele está no nosso coração.

Pe. José David Quintal Vieira, scj


Bendizemos-Te, Pai,
com toda a força do nosso Espírito
pela glorificação do teu Filho e nosso irmão, Jesus Cristo.
Ele não subiu ao céu para Se alhear deste mundo,

mas, como nossa cabeça, precede-nos na glória eterna do teu reino.

Obrigado também, Pai,
porque Jesus confia-nos a sua missão
e quer precisar da nossa inteligência e do nosso coração,
das nossas mãos e dos nossos lábios,
dos nossos pés e do nosso tempo, a
o serviço da Boa Nova da salvação e de amor ao homem.

Não permitas, Senhor, que nos fechemos na comodidade,
na apatia, no egoísmo, em suma, na falta de fé.
Enche-nos da força do Espírito, e conta connosco.
Amen.


Louvado sejas, meu Senhor!

Louvado sejas, meu Senhor, com todas as Tuas criaturas,
especialmente o irmão televisor
que preenche algumas horas do nosso dia
e que é belo, e grande esplendor irradia,
e de Ti, Altíssimo, traz-nos a mensagem.

Louvado sejas, meu Senhor, pela irmã rádio
pela qual as notícias atravessam os céus
e o mundo fica mais perto de mim.

Louvado sejas, meu Senhor, pelo irmão jornal
que me informa sobre as nuvens e o sereno céu
das histórias humanas
e pelo qual dás sustento ao saber e à reflexão
de tantas criaturas Tuas.

Louvado sejas, meu Senhor,
por toda a espécie de informação
que presta muito serviço
quando é humilde, verdadeira e casta.

Louvado sejas, meu Senhor, pelos consumidores
graças aos quais iluminas as mentes
e dás alegria e força ao nosso coração,
quando eles servem a verdade com modéstia.

Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã
e mãe Terra que nos sustenta e nos governa
e produz variados frutos com coloridas
flores e verdura: ela é cada vez mais para nós
a casa comum que os media
nos fazem conhecer e amar.

Louvado sejas, meu Senhor,
pelos que perdoam pelo Teu amor
e sofrem enfermidades e tribulações.
Felizes os que as suportarem em paz,
pois que por Ti, Altíssimo, hão-de ser coroados.

Sobretudo, louvado sejas por todos aqueles
que, servindo-se dos mass media,
souberem lembrar-se de que nada no mundo
vale mais que a pessoa humana.

Cardeal Martini

 

Cateq 2018

Calendario Cateq

horariomissas



Patriarcado