PARÓQUIA S. MIGUEL DE QUEIJAS

igreja1 vitral1 igreja2 igreja3 Auditorio vitral3 vitral4

II DOMINGO DO ADVENTO - B

luz01
luz01

A voz profética de Isaías e de João Baptista ressoam neste Domingo animando a nossa vida para a chegada do Cristo que vem. As leituras convidam-nos a preparar o Caminho do Senhor, apelando ao reencontro do homem com Deus e à sua conversão.

Na Primeira Leitura, Isaías consola os exilados na Babilónia anunciando um novo caminho de vida e de salvação e o regresso a Israel, à terra da liberdade e da paz. Em seguida, fala de um mensageiro que será enviado à frente, para levar a boa notícia a Jerusalém e a todas as cidades de Judá.

A segunda leitura aponta para a Parusia, a segunda vinda de Jesus. Essa vinda dá uma perspectiva diferente da vida, do seu sentido e da sua finalidade. Leva-nos a dar prioridade aos valores de Deus. Se todos nós pautarmos a nossa vida por esta dinâmica de contínua conversão, encontraremos no final da nossa caminhada terrena "os novos céus e a nova terra onde habita a justiça".

No Evangelho, João Baptista convida-nos a acolher a Boa Nova do Messias libertador.


Primeira Leitura (Is 40,1-5.9-11)
Leitura do Livro de Isaías

Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus.
Falai ao coração de Jerusalém e dizei-lhe em alta voz
que terminaram os seus trabalhos
e está perdoada a sua culpa,
porque recebeu da mão do Senhor
duplo castigo por todos os seus pecados.
Uma voz clama:
«Preparai no deserto o caminho do Senhor,
abri na estepe uma estrada para o nosso Deus.
Sejam alteados todos os vales
e abatidos os montes e as colinas;
endireitem-se os caminhos tortuosos
e aplanem-se as veredas escarpadas.
Então se manifestará a glória do Senhor
e todo o homem verá a sua magnificência,
porque a boca do Senhor falou».
Sobe ao alto dum monte, arauto de Sião!
Grita com voz forte, arauto de Jerusalém!
Levanta sem temor a tua voz e diz às cidades de Judá:
«Eis o vosso Deus.
O Senhor Deus vem com poder,
o seu braço dominará.
Com Ele vem o seu prémio,
precede-O a sua recompensa.
Como um pastor apascentará o seu rebanho
e reunirá os animais dispersos;
tomará os cordeiros em seus braços,
conduzirá as ovelhas ao seu descanso».


Segunda Leitura (2Pe 3,8-14)
Leitura da Segunda Epístola de São Pedro

Há uma coisa, caríssimos, que não deveis esquecer:
um dia diante do Senhor é como mil anos
e mil anos como um dia.
O Senhor não tardará em cumprir a sua promessa,
como pensam alguns.
Mas usa de paciência para convosco
e não quer que ninguém pereça,
mas que todos possam arrepender-se.
Entretanto, o dia do Senhor virá como um ladrão:
nesse dia, os céus desaparecerão com fragor,
os elementos dissolver-se-ão nas chamas
e a terra será consumida com todas as obras que nela existem.
Uma vez que todas as coisas serão assim dissolvidas,
como deve ser santa a vossa vida e grande a vossa piedade,
esperando e apressando a vinda do dia de Deus,
em que os céus se dissolverão em chamas
e os elementos se fundirão no ardor do fogo!
Nós esperamos, segundo a promessa do Senhor,
os novos céus e a nova terra,
onde habitará a justiça.
Portanto, caríssimos, enquanto esperais tudo isto,
empenhai-vos, sem pecado nem motivo algum de censura,
para que o Senhor vos encontre na paz.


Evangelho (Mc 1,1-8)
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos

Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus.
Está escrito no profeta Isaías:
«Vou enviar à tua frente o meu mensageiro,
que preparará o teu caminho.
Uma voz clama no deserto:
'Preparai o caminho do Senhor,
endireitai as suas veredas'».
Apareceu João Baptista no deserto
a proclamar um baptismo de penitência
para remissão dos pecados.
Acorria a ele toda a gente da região da Judeia
e todos os habitantes de Jerusalém
e eram baptizados por ele no rio Jordão,
confessando os seus pecados.
João vestia-se de pêlos de camelo,
com um cinto de cabedal em volta dos rins,
e alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre.
E, na sua pregação, dizia:
«Vai chegar depois de mim quem é mais forte do que eu,
diante do qual eu não sou digno de me inclinar
para desatar as correias das suas sandálias.
Eu baptizo-vos na água,
mas Ele baptizar-vos-á no Espírito Santo».


RessonânciasJbaptista
Jbaptista

Tudo começa quando João se apresenta no deserto de Judá a pregar.
1. Missão: ser o mensageiro que prepara o caminho do Senhor: denuncia o pecado, anuncia o perdão e dispõe o homem a converter-se.

2. Mensagem: "Preparai o caminho do Senhor e endireitai suas veredas." Proclama um Baptismo de conversão para o perdão dos pecados; aponta um caminho de purificação e de conversão.
O Sacramento da Penitência é um gesto que manifesta a vontade de conversão e a esperança dos tempos novos. É um encontro privilegiado com o Deus que salva e perdoa. Quais são os vales a serem alteados? (vazios, omissões); os montes a serem aplanados? (orgulho, vaidade, ambição); os caminhos a serem endireitados? (egoísmo, ganância, ódio)

3. Reacção dos ouvintes: "Acorria a ele toda a gente da região da Judeia e todos os habitantes de Jerusalém e eram baptizados por ele no rio Jordão, confessando os seus pecados".

4. Estilo de vida: Era uma pessoa sóbria, desprendida, austera e simples; é o último dos profetas do Antigo Testamento. Não só anunciou o Messias, como o apontou no meio do povo: "No meio de vós está [...] Eis o Cordeiro de Deus." Dele falou Jesus: "É mais que um profeta, é o maior dos nascidos de mulher."
Aparece no deserto: lugar dos grandes encontros com Deus. Foi no deserto que o Povo de Deus realizou uma longa caminhada de purificação e de conversão.
Deus é amigo do silêncio e revela-se no silêncio. Neste Advento, estamos nós dispostos a fazer momentos de deserto? (oração; novena do Natal em família; gestos de solidariedade...)
Vive na sobriedade, manifestada no comer e no vestir: " vestia-se de pêlos de camelo, com um cinto de cabedal em volta dos rins e alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre".
É com este espírito que nos preparamos para o Natal do Senhor?
O "estilo de vida" de João fala tão forte como as suas palavras. É o testemunho vivo de um homem que está consciente das prioridades e não dá importância aos aspectos secundários da vida, como sejam a roupa "de marca" ou o comer e beber. Na nossa vida, quais são os valores, que escolhemos?
João Batista convida-nos a preparar o Caminho do Senhor, assumindo atitudes novas e um estilo de vida simples e profética. Estamos nós dispostos a prepararmo-nos para o Natal, com este espírito?

5. Testemunho sobre Jesus: "Eu baptizo-vos com água, Ele baptizar-vos-á no Espírito Santo". Fala-se de dois tipos de Baptismo: baptizar com água consistia em purificar as pessoas convertidas dos seus pecados; baptizar no Espírito, a ser realizado depois por Jesus, consistia em comunicar às pessoas uma vida nova, transformando-as em novas criaturas.
João Baptista foi um mensageiro de Deus que preparou as pessoas do seu tempo, para a vinda do Senhor com a palavra e com o testemunho de vida.
Será que Deus, neste Natal, não poderia também servir-se de ti, para preparar os homens de hoje para a vinda do Seu Filho Jesus? Não poderás também tu seres uma voz de esperança que aponta um caminho novo para os homens sofridos de hoje, que vivem no deserto da vida, escravos de tantas opressões? Sabes, Deus precisa de novos "Joões Baptistas!"


O Caminho do Amorpai02a
pai02a

Um pai contou-me, emocionado, uma lição que recebera da sua filha mais nova. Durante a missa do passado fim-de-semana, o Padre falou da preparação que era preciso fazer para o Natal. A miúda, desde a Igreja até casa, não parou de pedir coisas ao Pai, que comprasse isto, aquilo e mais outra coisa e tal. Por fim o pai perdeu a paciência (e só se perde aquilo que se tem):
— Compra-me isto! Compra-me aquilo! – explodiu – E tu? Já pensaste o que é que vais dar aos teus pais? Só falas em ti. E nós? O que tens para nos dar?

A resposta da filha deixou-o sem palavras:
— Só tenho amor. Disse simplesmente.

O amor é o lugar de encontro onde se cruzam os caminhos de Deus e o dos homens. Preparar os caminhos do Senhor é afinal apurar o coração, afinar o amor, partilhar aquilo que afinal todos têm. O amor deve ser a única coisa que quanto mais se dá mais se terá.
Deus amou de tal maneira o mundo que lhe enviou o Seu Filho. Foi o amor que nos trouxe o Salvador. Só o mesmo Amor que nos levará até Ele. É preciso amar a Deus servindo os irmãos e ao mesmo tempo amar os irmãos servindo a Deus.

Pe. José David Quintal Vieira, scj

horariomissas